Bahiafarma realiza treinamento de testes rápidos em Goiás

Às vésperas do início do verão, profissionais de saúde de municípios goianos recebem instruções sobre melhores práticas no diagnóstico de arboviroses.
Com a proximidade do verão, municípios começam a se mobililizar para enfrentar as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, como Dengue, Chikungunya e Zika. Em Goiás, profissionais de saúde de 28 cidades se reuniram, nesta terça-feira (27), para receber treinamento sobre o uso correto dos testes de diagnóstico rápido de arboviroses produzidos pela Bahiafarma e distribuídos para todo o País pelo Ministério da Saúde.
A ação foi realizada em Valparaíso de Goiás, localizada a 190 quilômetros de Goiânia, nos arredores do Distrito Federal. Goiás foi o Estado onde foi registrado, proporcionalmente, o maior número de casos de Dengue em 2018, com 1.025 casos para cada 100 mil habitantes (veja abaixo).
O uso correto dos dispositivos permite aos municípios tanto obter o diagnóstico correto e rápido – o que torna mais ágil o tratamento dos pacientes – quanto mapear os casos das doenças, possibilitando ações direcionadas e mais eficientes no controle do avanço das enfermidades. “Além de ser importantes ferramentas de diagnóstico, que facilitam a intervenção médica, os testes rápidos possibilitam uma leitura precisa de como as doenças estão se desenvolvendo nas regiões afetadas, o que permite às autoridades públicas agirem para controlar seu avanço”, afirma o diretor-presidente da Bahiafarma, Ronaldo Dias.
O secretário de Saúde de Valparaíso de Goiás, Leonardo Esteves, também ressalta o papel econômico dos testes rápidos. “Com o uso desses dispositivos, dá para ser mais preciso nas notificações, o que previne a indicação e a realização de exames complementares desnecessários, por exemplo”, avalia o gestor, que é obstetra com especialização em medicina fetal e alto risco. “Os municípios devem usar essa ferramenta da melhor forma possível, dentro dos protocolos indicados.”
O treinamento, promovido em conjunto pelo Ministério da Saúde e pela Bahiafarma, integra os esforços da saúde pública brasileira de combate às arboviroses transmitidas pelo Aedes aegypti, reunidos na campanha Todos Contra o Mosquito, que este ano tem como slogan “O perigo é para todos. O combate também. Faça sua parte. Com ações simples podemos combater o mosquito” (saiba mais). A campanha foi lançada no último dia 13, em Brasília.
Fonte: Bahiafarma